Outros Textos
- A Primeira Profecia Maia
- Consciência Kamansh
- Considerações sobre a fé
- Prana - Energia da Vida
- Prece à Mãe Terra (de um Xamã norte-americano)
- A Segunda Profecia Maia
- A Terceira Profecia Maia
- A Quarta Profecia Maia
- A Quinta Profecia Maia
Anjos
A palavra anjo vem do hebraico Malakl, que significa “Mensageiro”. As primeiras menções sobre Anjos apareceram no Antigo Testamento.

São Thomás de Aquino foi um estudioso deste tema. Segundo ele os Anjos são seres cujos corpos e essências são formados de um tecido da chamada luz astral. A auréola que circunda a cabeça dos anjos significa um reflexo da glória celeste. As asas representam a rapidez com que os anjos se locomovem.

O seu anjo de guarda pessoal está junto de você desde o dia de seu nascimento até o dia do desencarne. É ele quem vai orientar os seus passos, mas para isto acontecer, você precisa estar conectado com ele.

Muitas pessoas procuram a força angelical querendo alcançar a graça no primeiro dia, esquecendo-se que antes deve tornar-se merecedor desta graça.

A infelicidade ou má vibração deixa o anjo de guarda sem ação. À vezes alguém diz : “ora, para que serve então o meu anjo de guarda, se no momento em que eu mais preciso ele não está ao meu lado?” O anjo fica então no astral, esperando e mandando insights, aguardando o instante em que você decida parar de sofrer e assim possa ocorrer a transformação.

Quando nos tornamos otimistas, o trabalho de proteção do anjo fica muito mais fácil, pois nossa aura se expande e através de nossa mente ou de nossos sonhos ele consegue nos fazer intuir qual seria a direção certa. Quando rimos há o desdobramento da nossa aura. O pensamento negativo contra uma pessoa, impregna sua aura com o da pessoa e vocês ficam atados por um elo kármico, mais resistente que o aço, que só pode ser interrompido com amor.

Se este elo não se desfizer, você poderá voltar, em outras encarnações, a ter um karma com aquela pessoa.

Para conversar com seu anjo de guarda é necessário ser criativo. Não fique mendigando. Converse como se estivesse falando com uma criança. Não pressione ou cobre resultados. Rezar é harmonizar com o fluxo de energia divina. Através da oração você pode chegar até o mundo angelical.

Quando fizer um pedido use sempre o tempo presente. Tenha cuidado com a palavra não. Nunca diga “eu não quero ser ...”. Este NÃO confunde e atrapalha seu pedido porque entra no inconsciente, que é poderosíssimo e é nele que anjos conversam com você durante o sono. Eles são éteres, portanto, não tem memória e nunca julgam.

Os anjos estão presentes principalmente onde existem crianças até sete anos de idade. Crianças pequenas geralmente tem um amigo invisível para nós, mas para elas que não têm pensamentos mesquinhos nem qualquer maldade no coração, o amigo é bastante visível – é o seu anjo de guarda.

Deus é inteligência, e esta inteligência é manifestada através dos seus pensamentos, que são exteriorizados quando você fala. Sua personalidade é o invólucro de sua alma. Falar, conversar ou pedir para o seu anjo é o passo mais importante para colocar o que você deseja em ação e em movimento. Para realizar qualquer pedido diga ele com clareza e em voz alta para o seu anjo de guarda, que é seu grande amigo e só quer o seu bem.