Outros Textos
- A Primeira Profecia Maia
- Anjos
- Consciência Kamansh
- Considerações sobre a fé
- Prana - Energia da Vida
- Prece à Mãe Terra (de um Xamã norte-americano)
- A Terceira Profecia Maia
- A Quarta Profecia Maia
- A Quinta Profecia Maia
A Segunda Profecia Maia
A Segunda Profecia Maia diz que a partir de 11 de agosto de 1997 a humanidade passaria por processos de mudança de consciência. Alguns perderiam completamente o controle das suas emoções e outros encontrariam a sua harmonia, alcançando a sua paz interior. Seria uma época difícil de viver, principalmente porque estariam manifestadas simultaneamente as qualidades de céu e inferno na nossa esfera terrestre. Cada ser humano se conectará com um ou outro a depender de seu próprio comportamento e seu nível de consciência. Mas por que isto viria a acontecer?

Previram eles, os Maias, grandes sábios e astrônomos, que no dia 11 de agosto de 1999, a partir do eclipse solar que mobilizou o mundo principalmente pelos escritos deixados por Nostradamus, de que este eclipse seria um prenúncio de final dos tempos (no meu entendimento, marco que indica o final de um ciclo e começo de outro e que ainda veremos mais detalhadamente o seu significado). Previram que haveria a diminuição do campo eletromagnético do planeta, devido a grandes explosões solares. Campo eletromagnético são linhas de força que se encontram ao redor do planeta e que atuam como um ímã, concentradas nos pólos norte e sul planetário.

Em dezembro de 1997 a NASA detectou que o centro da Galáxia começou a enviar grande quantidade de energia para o Universo. Desde aquele mês o campo eletromagnético da Terra moveu-se e diminuiu a sua potência para uma unidade de 4 Gauss, em 1996 para 1,5 Gauss, em 1999. Gauss é uma unidade de medida de força por cm2 de superfície e está se aproximando de zero. Os russos fizeram experiências levando os seus astronautas para fora do campo eletromagnético da Terra, anulando um campo artificial que era gerado pelas suas naves. Fizeram este campo diminuir até chegar ao número zero. Constatou-se que primeiramente eles se agitavam, depois ficavam agressivos entre si e por último, enlouqueciam completamente. Viram que a força eletromagnética tem poder sobre a razão e a consciência. Sem ela, as pessoas enlouquecem.

A Segunda Profecia Maia previu isto. O homem lança mão da tecnologia para produzir campo eletromagnético. Os seres humanos possuem o seu próprio campo. Podemos ativar o nosso campo de forma consciente. Uma das maneiras de se ativar é através da prática constante da meditação e exercícios respiratórios. Quem conseguir atravessar este período com um campo eletromagnético mais fortalecido estará bem mais protegido energeticamente para as dificuldades que já estamos vivendo e estão por vir.

A diminuição do campo eletromagnético no planeta vem causando alguns transtornos visíveis:

- A migração de pássaros numa determinada época do ano para outros países se dá com a utilização deste campo eletromagnético. Com a sua diminuição, muitos pássaros perdem os seus rumo, não conseguindo orientar-se;
- Baleias encalham perdidas nas praias;
- Nas duas últimas semanas de setembro de 1994 houve uma oscilação no campo eletromagnético que obrigou os pilotos em vôo a pousar manualmente. A situação pareceu se normalizar em outubro, no entanto, nos meses de julho, agosto, setembro e outubro de 1996 foi registrada uma anomalia muito maior. O pólo sul magnético deslocou-se abruptamente movendo-se dezessete graus em um único dia. Voltou depois à sua localização original fazendo os aeroportos do mundo a reimprimir os seus mapas aeronáuticos originais.

Previram os Maias que este período que já estamos vivendo é de grande aprendizado e marcado por guerras, separação e loucura coletiva que vai gerar por sua vez destruição, sofrimento e evolução. As mudanças serão geológicas, sociais e humanas. O ser humano irá defrontar-se com os seus medos e angústias para transformá-los e assim, sintonizar-se com os ritmos do universo. A humanidade concentrar-se-á nos aspectos negativos que possui e assim perceberá claramente as coisas ruins que está produzindo. Esse é o primeiro passo, de muitos que virão para a humanidade se tornar mais conscientes, mudando de atitude e optando pela consciência.

Estimo que todos encontremos a paz, adquirindo o controle das emoções, sabendo respeitar o ser em todas as suas manifestações de existência, sendo mais tolerantes, compreensíveis, encontrando o amor e a Unidade.

Muita Paz !
Lívia Serafin